Fisiologia feminina

A Fisiologia do Sistema Reprodutor Feminino é composto por dois grupos de órgãos: os internos e os externos.

Os órgãos externos são:

1.    Monte do Púbis

monte do púbis é uma região rica em tecido adiposo, localizada à frente da sínfise púbica.

2.    Grandes Lábios e Pequenos Lábios

Os grandes lábios são pregas cutâneas que protegem a entrada da uretra, o clitóris e a vagina. Os pequenos lábios circundam a entrada da vagina, também como fator de proteção.

3.    Clitóris

clitóris é um órgão erétil com grande quantidade de terminações nervosas sensitivas que atuam exclusivamente na estimulação sexual.

LEMBRETE IMPORTANTE: Lembre-se que cada uma de nós somos únicas e todas as vulvas, que é a parte externa do aparelho genital feminino, são lindas, assim como a vagina, que é a parte interna do aparelho reprodutor feminino! Se olhe no espelho e conheça o seu corpo. Seja gentil e respeitosa com você mesma.

Os órgãos internos são:

  1. Ovários

Os ovários são órgãos pares, têm-se o ovário direito e o esquerdo. Dentro deles são originados os oócitos, que são os gametas, ou as células germinativas femininas. Além disso, os ovários exercem a função endócrina de produzir hormônios sexuais.

  • Útero

útero é um órgão oco para onde o embrião é levado para se desenvolver. Ele é formado por 3 camadas concêntricas: o endométrio (mais internamente), o miométrio (camada média) e o perimétrio (camada mais externa).

O endométrio é a camada que se desfaz em forma de menstruação, caso não fique grávida.

  • Tubas Uterinas

As tubas uterinas também são órgãos pares que ligam os ovários ao útero, conduzindo os oócitos liberados pelo ovário para o interior da cavidade uterina. É na tuba uterina onde ocorre a fertilização.

  • Vagina

vagina é um canal muscular que liga o colo do útero a superfície externa, através orifício da vagina.

Diferenciação durante o período fetal

Durante o período fetal, entre a 6ª e 8ª semana de gestação, ocorre a diferenciação sexual do embrião, de acordo com o sexo cromossômico. Nesse momento, inicia-se a diferenciação da gônada primordial em ovário. É nesse ovário que vai ocorrer a produção folicular.

Como supracitado, a produção folicular da mulher se inicia ainda no período intrauterino. A superfície externa dos ovários é formada por células germinativas, que dão origem às ovogônias. Essas células se dividem através de meiose e interrompem o processo de divisão celular na primeira fase da meiose, originando os ovócitos primários.

Então, cada ovócito primário é circundado por células foliculares (células da granulosa), gerando um folículo, denominado folículo primordial. Nesse momento, a maturação folicular é cessada até a puberdade.

Por volta do 6º mês de vida intrauterina, os ovários contêm cerca de 7 bilhões de folículos. A partir desde ponto, muitos folículos sofrem atresia. Ao atingir a menarca, a mulher tem cerca de 300.000 folículos.

Fonte: https://pontobiologia.com.br/ gametogenese-reproducao-humana, 2022

Mudanças na puberdade

Durante a puberdade, o hipotálamo inicia gradualmente a liberação do GnRH, que estimula a hipófise a secretar de hormônios gonadotróficos: LH e FSH. Esses hormônios estimulam os ovários a produzir os hormônios sexuais femininos, levando a menarca, a primeira menstruação de uma mulher, que marca o início de sua vida reprodutiva.

A menarca pode ocorrer entre 9 e 16 anos, com idade média, no Brasil, de 12 anos e 4 meses. Os primeiros ciclos menstruais costumam ser irregulares e podem permanecer assim por até 2 ou 3 anos.

Chamamos de menacme o período fértil da mulher. Este intervalo de tempo ocorre entre a menarca e a menopausa. Durante o menacme acontecem os ciclos sexuais mensais femininos ou ciclos menstruais. A duração média do ciclo menstrual é de 28 dias, variando entre 25 e 35 dias. Nesse período de 28 dias, existem 2 diferentes ciclos que ocorrem ao mesmo tempo: o ciclo ovariano e o ciclo endometrial.

ATENÇÃO! O primeiro dia de menstruação é o primeiro dia do ciclo menstrual mensal feminino.

O Climatério

O Climatério é o período no qual há uma diminuição dos hormônios femininos a quase zero até ocorrer a última menstruação que chamamos de menopausa e assim o ciclo menstrual é cessado. Isso ocorre entre 40 e 50 anos, devido ao esgotamento ovariano.

Referencias:

Cartilha Saúde da Mulher – EEAP/UNIRIO – LAESMN – Espaço Educativo para o Cuidado Mãe e Bebê. Disponível em: <https://drive.google.com/file/d/1QF16ZCCbWYAsg9x_F7UW3n-6AxIO7_M1/view&gt;. Acesso em: 24 nov. 2022.

Fisiologia do Sistema Reprodutor Feminino – Sanar Medicina. Sanar | Medicina. Disponível em: <https://www.sanarmed.com/fisiologia-do-sistema-reprodutor-feminino&gt;. Acesso em: 24 nov. 2022.

NUNES, Teresa. Gametogênese: desenvolvimento para a reprodução humana – Ponto Biologia. Ponto Biologia. Disponível em: <https://pontobiologia.com.br/gametogenese-reproducao-humana/&gt;. Acesso em: 24 nov. 2022.

Veja também em nosso Instagram:

Publicado por Dra. Cristiane Rocha

Professora Doutora do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Especialista em Obstetrícia pela UFRJ e Especialista em a Moderna Educação pela PUC.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: